A Itália tem uma grande variedade de paisagens. Lagos, rios, colinas, montanhas, vulcões. Mas essa vila medieval ao lado de Bolonha reserva muitas surpresas. Conheça Dozza!

Localizada nas colinas de Imola (apenas 6 km dali), Dozza está bem ao lado de Bolonha (25km). A aldeia medieval é uma bela porta de entrada para a região histórica e geográfica da Emilia Romagna. A comunidade italiana, desde 1960 recebe inúmeros artistas que enfeitam as casas com seus murais e Street Art. Ali, a arte clássica vive em harmonia com a moderna. A vida passa devagar, as paisagens ao redor são incríveis, as pessoas super simpáticas, a comida maravilhosa e as paredes fantásticas!

Com cerca de 6.605 habitantes, Dozza é listada como uma das mais belas vilas da Itália(Borghi più belli d’Italia) e uma das que mais conservaram as características históricas daquele tempo. Além disso, vinhedos e afrescos, na verdade, enquadram o local que é cercado pelo majestoso e imponente Castelo Sforza (Rocca Sforzesca).

follow-the-colours-italia-viagem-dozza-08

Dozza é pouco conhecida pelos brasileiros e mais visitada na época em que acontece shows, concertos, o Festival Anual de Vinho e a Bienal do Muro Dipinto (‘Muro Pintado’).

A Bienal é a responsável por colorir as ruas com inúmeras artes. O evento, que acontece de dois em dois anos em setembro e desde 1965, recebe vários artistas da Itália e de todo o mundo. Durante quatro dias, esses artistas realizam obras permanentes com o objetivo de transformar as ruas em um museu ao ar livre.

Até hoje, mais de 200 nomes passaram por ali. É realmente uma experiência encantadora passear pelas vielas para admirar os murais, cada um com efeitos, cores e estilos diferentes.

follow-the-colours-italia-viagem-dozza-23

O Castelo Sforza na Praça Rocca, também guarda algumas surpresas. Construído em 1250 na Bolonha e reconstruído sob ruínas no final do século XV por Caterina Sforza, seu subsolo mantém a sede da ‘ Enoteca Regionale dell’Emilia-Romagna, uma associação de produtores locais. Ali, estão para venda, mais de mil rótulos de vinho, vinagres balsâmicos, azeites, compotas e outras delícias.

Lá dentro, você ainda pode visitar os ambientes (salas, cozinha, quartos) do local, que foi transformado em um palácio pela família Campeggi que viveu lá até os anos 60. As torres, a prisão, câmaras de tortura também podem ser vistas. Nos andares superiores, há a Pinacoteca del Muro Dipinto, com estudos e documentos sobre os murais pintados. Infelizmente não pude entrar no Castelo pois quando cheguei no final da tarde, já estava fechado.

follow-the-colours-italia-viagem-dozza-27

follow-the-colours-italia-viagem-dozza-01

Bem na entrada da cidade, a gente já consegue ver o que está por vir!

follow-the-colours-italia-viagem-dozza-04

follow-the-colours-italia-viagem-dozza-24

A rua principal (Via Edmondo de Amicis) que circunda a vila em uma forma alongada.

follow-the-colours-italia-viagem-dozza-19

Já pensou se o seu quarto fosse naquela janelinha ali?

follow-the-colours-italia-viagem-dozza-07

Arte clássica e arte moderna vivem em perfeita harmonia.

follow-the-colours-italia-viagem-dozza-20

follow-the-colours-italia-viagem-dozza-22

Não dá nem para se perder! Aqui, a vida passa devagar.

follow-the-colours-italia-viagem-dozza-03

follow-the-colours-italia-viagem-dozza-05

Sugiro explorar a pé as ruas lentamente, se atentar a cada um dos detalhes e observar os gatos que passeiam entre as ruas.

follow-the-colours-italia-viagem-dozza-09

Um dos murais mais impressionantes!

follow-the-colours-italia-viagem-dozza-21

follow-the-colours-italia-viagem-dozza-16

follow-the-colours-italia-viagem-dozza-18

follow-the-colours-italia-viagem-dozza-15

follow-the-colours-italia-viagem-dozza-26

follow-the-colours-italia-viagem-dozza-02

Já pode mudar?

follow-the-colours-italia-viagem-dozza-30

follow-the-colours-italia-viagem-dozza-10

follow-the-colours-italia-viagem-dozza-06

follow-the-colours-italia-viagem-dozza-12

follow-the-colours-italia-viagem-dozza-12a

Torre do Castelo de Sforza. Visite por mim!

follow-the-colours-italia-viagem-dozza-13

Após andar pelo local, um lugar perfeito para beber algo ou comer uma deliciosa comida típica italiana é o fantástico restaurante Piccola Osteria del Borgo. Do tagliatelle ao tortelli de ricota com sálvia, ali, tudo é feito estritamente à mão. Peça o vinho da casa. Uma delícia!

follow-the-colours-italia-viagem-dozza-osteria-del-borgo

Para se hospedar pela região, nada melhor do que uma vista inspiradora, como essa abaixo de um dos quartos do Hotel Monte del Re, um antigo monastério do século 13 que também foi o Seminário dos Diocese de Imola em 1960. Em seus jardins e áreas da piscina acontecem inúmeros casamentos intimistas. E essa é a vista do banheiro. Sim, do banheiro!

follow-the-colours-italia-viagem-dozza-janela-inspiradora

Foi uma delícia descobrir esta vila com seus belos murais. Se você está visitando a Emilia Romagna e planeja passar algum tempo em Bolonha, tire umas horas para conhecer Dozza!

follow-the-colours-italia-viagem-dozza-foto-divulgacao

Para chegar lá:

De trem: Parar em Imola (5 km) ou em Castel San Pietro Terme (5 km). De ônibus: linha t para Bologna Extraurbana.

De carro: 30 minutos ao sul de Bolonha. Do Norte, pegue a auto-estrada A1; Perto de Bolonha, pegue a auto-estrada A14 em direcção a Ancona e saia para Castel San Pietro Terme. Do Sul, pegue a A14 – E45 em direção a Bolonha e saia para Castel San Pietro Terme. Siga as indicações para Imola ao longo da estrada provincial SS 19, San Carlo.

Mais informações no site oficial da Emilia-Romagna e da cidade de Dozza.