‘Templo de Hércules’ será reaberto em Tivoli, na Itália

//‘Templo de Hércules’ será reaberto em Tivoli, na Itália
TIVOLI, 27 SET (ANSA) – Após séculos de abandono e anos de restauração, o templo de Hércules, localizado em Tivoli, na província de Roma, será reaberto ao público em todos os fins de semana a partir deste próximo sábado (30). Segundo o diretor do santuário, Andrea Bruciati, a partir de março de 2018 está prevista a abertura diária do local.

“Estamos nos concentrando em uma abordagem diferente, uma vida de empenho na arte contemporânea para entender a metamorfose do templo que há dois mil anos continua vivendo as suas estratificações e suas contradições. Nosso desafio é esse, criar um modelo de cultura sustentável”, disse Bruciati.

O último processo de restauração do local começou em 2011, com um financiamento de 15 milhões de euros, sendo sua maior atração o teatro romano de 700 lugares, que também foi revitalizado.

A estrutura está localizada em uma colina de 235 metros de altura, o que permite ver até a cidade de Roma. Famoso no período do Império Romano, o templo de Hércules foi construído entre os séculos 1 e 2 a.C. em homenagem ao herói grego, patrono da cidade de Tivoli.(ANSA)

O templo:

Templo de Hércules Victor (em italiano: Tempio di Ercole Vincitore , “Hércules vitorioso”) ou Templo de Hércules Olivário (Olivarius) é um antigo edifício romano localizado na Piazza Bocca della Verità, na região do Fórum Boário (rione Ripa), perto da margem do rio Tibre, em Roma, Itália. É um monóptero, um templo circular em formato peripteral grego completamente circundado por uma colunata.

Datando do final do século II a.C. e provavelmente construído por Lúcio Múmio Acaico, conquistador dos aqueuse destruidor de Corinto.[2] O templo tem 14,8 metros de diâmetro e é composto por uma cela circular com um círculo concêntrico de vinte colunas coríntias de 10,66 metros de altura apoiadas em uma fundação de tufo. Elas suportam uma arquitrave e o teto, que desapareceu. A parede original da cela, construída em blocos de travertinoe mármore e dezenove das vinte colunas permanecem, mas o teto de telhas é posterior. A reconstrução publicada de Palladio sugere uma cúpula, mas esta suposição aparentemente está incorreta. O templo é o mais antigo edifício de mármore sobrevivente em Roma.

2017-09-29T10:31:10+00:00 setembro 29th, 2017|
WhatsApp chat